Inevitável - Capitulo 79

Cheguei em casa tarde naquele dia, já passava das duas. Eu com certeza não iria naquela consulta sem o Micael, ele queria estar presente e se eu fosse sem ele, não me sentiria bem. Também não dava mais tempo, ela estava marcada pra duas e meia da tarde, e quando passei pela porta, já era quase isso.

Entrar naquela casa vazia me dava agonia, eu estava doida pra saber como estava o Micael, mas Jorge ainda não tinha me ligado. Eu entrei no quarto e fui direto tomar banho. Ao bater água no meu rosto cortado ardeu, mas aquela dor era a que eu menos me importava no momento. Até olhei os nós dos meus dedos e eles estava machucados também, não esperava que um soco doesse tanto em mim, nos filmes que leva ele parece sofrer mais.
Sai do banho e parei em frente ao espelho e coloquei um curativo nos dois  cortes mais feios que tinha no meu rosto, um acima da sobrancelha e outro perto do queixo. Assim saí e me vesti.
Fiquei o resto do dia deitada na cama, pelo menos esse era o plano, mas Felipe apareceu.

- Titia? - Bateu na porta antes de entrar.
- Oi amor, entra. - Com dificuldade por seu tamanho, ele conseguiu abrir a porta.
- Titia, eu tô com fome... - Reclamou apreensivo e eu suspirei. Esquecei que sai correndo de manhã sem dar café a ele e que também não tínhamos almoçado.
- Felipe, porque demorou tanto pra falar, eu tinha esquecido. - Levantei e fui até ele. - Me desculpa.
- Eu... tava com medo. - Então me lembrei que ele me viu brigando com a Luiza.
- Eu jamais machucaria você. Entendeu? - Ele assentiu e me deu um abraço. - Agora vamos lá que eu vou fazer alguma coisa pra você comer. - Deu a mão, e nós fomos para a cozinha.

Cozinhei um macarrão com carne moída, coisa rápida que ele adorava comer, eu tentei comer um pouco também, mas acabei passando mal. Quando voltei, tomei só um danone.
Deixei ele comendo e voltei ao meu quarto, foi quando meu celular tocou. Era Jorge.

- Por favor, me dá uma noticia boa. - Implorei assim que atendi.
- Não tenho, infelizmente. - E meu mundo desmoronou outra vez.
- O que aconteceu? Como ele está?
- Pedido de fiança do Micael foi negado, uma vez que o juiz alegou que ele apresenta risco a Luiza, principalmente por causa de Felipe. - Disse a ultima parte baixo.
- O que tem a ver o Felipe? - Perguntei apreensiva.
- Micael está sendo julgado por crime domestico contra a mãe do filho dele... - Suspirou. - E aparentemente, Luiza pediu a guarda do menino...
- Não acredito nisso. - As lagrimas só pioravam.
- E não que eu seja advogado desse tipo de causas, mas as chances realmente não estão a favor do Micael. - Disse com pesar e eu fiquei desesperada.
-  Não dá pra saber quando ele sai? - Solucei.
- Não. Entrei com pedido de Habeas Corpus pra ele, tenho que esperar pra ver se vai ser aceito.
- Entendi, por favor, independente se for ou não, preciso que me avise.
- Avisarei. - Falou com convicção. - Vai dar tudo certo. Cuide dos meus netos.
- Cuidarei.

Tirei a roupa que estava vestindo e coloquei uma camisa de Micael. Eu realmente não estava me sentindo bem. Precisava dele aqui comigo.
Essa noticia nova sobre a Luiza me fez ter vontade de ir lá e quebrar ainda mais a cara dela, mas eu não daria esse gostinho pra ela, nunca na vida tinha visto Micael ser um pai ruim e Felipe o amava. Se tivesse uma audiência e ele pudesse falar, deixaria claro seu amor por Micael e a cara daquela falsa ia parar no chão. Eu precisava falar com Micael, não ia aguentar ficar sem ele nessa casa, mas como Jorge disse, ia ser impossível o ver, mesmo se fosse até lá, o que partia meu coração.

-------

- Ei, acorda. - Senti mãos no meu cabelo e sorri ainda de olhos fechados. Conhecia aquele toque.
- Amor, você voltou...

13 comentários:

  1. To pirando. Pedido de fã posta um bônus por favor

    ResponderExcluir
  2. Nossa da um sumiço nessa Luiza ,falta não faz. Só veio atrapalhar a vida dos outros a troco de dinheiro

    ResponderExcluir
  3. Misericórdia não me deixa curiosa kkkkk

    ResponderExcluir
  4. A justiça pode ficar ao lado dele simplesmente por ela ter forjado uma morte pra jugir com outro, pode ser considerado crime por falsa morte e até nesse caso traição, onde se eu não me engano a guarda do menino é consedida ao casal e o pedido de divórcio mais rápido, se eu não me engano, se eu estiver​ errada não me julgue. Bom, continua por que a fic está incrível e eu estou muito ansiosa por mais 💙💙💙

    ResponderExcluir
  5. A Luiza também pode responder por abandono material (acho) pelo Felipe, e nisso a guarda dele seria negada pra ela, afinal, que juiz daria a guarda de uma criança pra uma mulher que fingiu morrer para fugir com outro? PS.: Provavelmente você já sabia de tudo isso, não quis te ofender nem nada assim, só queria ajudar ☺ Gosto muito das suas histórias e sempre as acompanhei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ofendeu de jeito nenhum! Eu adoro quando falam assim nos comentarios, mas sim, eu já sabia de coisas do tipo. :)
      Beijos Mari!

      Excluir
  6. eita mulherrrrrrr, sera q é o mica tomara q simmm

    ResponderExcluir
  7. POSTA BONUS POR FAVO

    ResponderExcluir
  8. Posta um bonus, os capitulos estão pequenos :(

    ResponderExcluir
  9. FAZ UM BONNUUUUUUUUS

    ResponderExcluir